RESENHA DO LIVRO PS: AINDA AMO VOCÊ

CARACTERISTICAS

  • Autora – Jenny Han
  • Editora – Intrínseca
  • Páginas – 304

Quantos corações –  ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

SINOPSE 

Lara Jean sempre teve uma vida amorosa muito movimentada, pelo menos na cabeça dela. Para cada garoto por quem se apaixonou e desapaixonou platonicamente, ela escreveu uma bela carta de despedida. Cartas muito dela, muito pessoais, que de repente e sem explicação foram parar nas mãos dos destinatários.

Em “Para todos os garotos que já amei”, Lara Jean não fazia ideia de como sair dessa enrascada, muito menos sabia que o namoro de mentirinha com Peter Kavinsky, inventado apenas para fugir do total constrangimento, se transformaria em algo mais.

Agora, em “P.S.: Ainda amo você”, Lara Jean tem que aprender como é estar em um relacionamento que, pela primeira vez, não é de faz de conta. E quando ela parece estar conseguindo, um garoto do passado cai de paraquedas bem no meio de tudo, e os sentimentos de Lara por ele também retornam.
Uma história delicada e comovente que vai mostrar que se apaixonar é a parte fácil: emocionante mesmo é o que vem depois.

MINHA OPINIÃO

Eu amei muito o primeiro volume “Para todos os garotos que eu amei“, mas o segundo, roubou meu coração. Ao acabar o primeiro, você imagina que o segundo será apenas a continuação daquele casal, contanto como será o romance deles, algo bem previsível, mas eu simplesmente fique chocada o quanto a história virou de ponta cabeça e aparecer várias situações complicadas e incrível ao desenrolar a história.

É como um globo de neve: por um momento, tudo fica de cabeça para baixo e tem purpurina por toda parte e parece até magia, mas logo tudo se acomoda e volta para onde deveria estar. Página 19.

Lara Jean está mais madura e segura em suas decisões depois de tudo que passou no primeiro livro, mas não podemos esquecer que ela continua uma adolescente sonhadora quem questão ao amor.

Acho que posso dizer que desabrochei tarde, mas isso implica que todos temos uma agenda predeterminada, que há um jeito certo ou errado de se ter dezesseis anos e estar apaixonada por alguém.Página 122.

Além de todo romance fofo que o livro carrega, o que eu mais amo nessa história é a ligação que família dela tem. A amizade intensa com as irmãs, apesar da Kitty aprontar muito.

Nesse livro Kitty quer encontrar uma namorada para o seu pai e é super divertido as coisas que ela planeja com tudo isso. A cultura coreana está ainda mais presente nesse livro, principalmente em questão a culinária.

Admito que grande parte do livro eu estava com um sorriso bobo estampando no rosto. A história faz você querer voltar no tempo e viver o seu primeiro amor, é simplesmente incrível. Novamente, super indico essa incrível história escrita com todo carinho pela Jenny Han.

As pessoas entram e saem da nossa vida. Durante uma época, são seu mundo; são tudo. E, um dia, não são mais. Não dá para saber por quanto tempo vamos tê-las por perto. Página 295.

Leia a Resenha do primeiro volume “Para todos os garotos que eu já amei“.

Por Agnes Rieger

Deixe uma resposta