VÍDEO: A VIAGEM QUE DEU ERRADA!

A ideia deste post é poder compartilhar com vocês a nossa primeira viagem e tentar dividir com vocês o máximo de detalhes desta aventura que foi esses 4 dias.

Na última semana de junho resolvemos sentar e montar um roteiro cheio de lugares para visitar nos 4 dias que iríamos ficar na cidade: Bauru. Nos organizamos e esperamos ansiosamente o dia 29 de Junho chegar e partirmos para Bauru. Para quem não sabe, Bauru é a cidade em que a minha mãe e a família dela moram. O plano era sair o mais cedo possível e antes do almoço estar em Bauru, mas o que esquecemos é que na vida nem tudo é como planejamos. Podemos tentar controla-la, mas quando as coisas são para ser, JÁ ERA e por este motivo, nossa viagem não saiu nem metade do que planejamos, ela virou de ponta cabeça, virou mais um pouco e depois volto ao eixo normal.

Curiosos? Então fiz um post com todos os detalhes dessa aventura e mais um vídeo, porque sério… cada pessoa que conhecemos nessa viagem, a cada situação, cada momento fez essa viagem ser a melhor da minha vida.

VIAGEM 

Saímos ás 6 da manhã. Estávamos bem animados por ser a nossa primeira viagem juntos, chegamos até a montar uma playlist enorme de músicas e para melhorar, o dia estava super lindo para viajar. No caminho encontramos uma parada na Rodovia Castelo Branco chamada Road Shopping que tinha um mini Zoológico chamado “Fazendinha” e resolvemos parar.

Para entrar é necessário pagar o valor de R$3,00, mas sério, foram o 3 reais mais bem gastos da viagem, porque nos divertimos MUITO!

Encontramos vários animais e preços deles, por exemplo, sabiam que o valor de uma Lhama é R$5.000,00? Sim, nós reparamos nesse valor e nesse animal porque meu namorado gosta de Lhamas haha!

Lá também conhecemos a Arara chamada . Quase levei o Zé para casa, que Arara simpática, no vídeo vocês vão ver eu “tentando” fazer carinho nele, mas ele falava com a gente, tipo “Oi“, “Tchau” e ainda cantava “Parabéns“. Ele era FANTÁSTICO. Caso vocês passem por aqueles lados um dia, eu aconselho dar uma paradinha lá e visitar esses animais!

Nem tudo são flores. Vocês repararam em nossos sorrisos nas ultimas fotos né? Pois é, nessas fotos acima eles sumirão, pois o carro quebrou no meio da viagem.

Simplesmente tivemos o azar do carro super aquecer e parar de funcionar. Até esse momento não fazíamos ideia do que tinha acontecido com o carro, pois fizemos revisão antes de viajar e estava tudo em ordem.

Quando o carro parou de funcionar, abrimos o capô e saia muita fumaça, (resumindo o que estava acontecendo com o carro, pois se eu explicar toda a situação do carro, vai ficar longo esse post) posso dizer que eu entrei em total desespero, pois era a nossa primeira viagem sozinhos e estávamos muito longe de casa, mas tínhamos esperança de o carro esfriar e voltar a funcionar. Depois de uma hora embaixo do sol, vimos que isso não ia acontecer e para a nossa sorte o carro quebrou perto de um pedágio, chamaram o guincho da própria rodovia e assim conhecemos o Orlando, o senhorzinho do guincho. Ele nos acalmou dizendo que provavelmente era algo fácil de arrumar e assim deixou a gente em um mecânico da cidade mais próxima: Boituva.

Orlando nos deixou na porta da Auto Mecânica Dell Ville ( Rua Maria Scomparim Módolo, 136 – Jardim América – Boituva), e assim conhecemos o Ville, o mecânico que nos salvou. Resumindo o problema do carro, queimou a junta e empenou o cabeçote. O motivo disso tudo?  O carro aqueceu e nós não reparamos. Depois dele fazer essa revisão para nós, descobrimos que para dar um jeito nesse problemão, teríamos que dormir na cidade, pois o carro só ficaria pronto no outro dia e adivinha quem estava em desespero novamente? EU! Meu namorado apenas aceitou o desafio e me acalmou e enfim consegui ver o lado de positivo de tudo e fomos conhecer a cidade, afinal, estávamos já lá. No final, Boituva foi como se fosse minha casa <3

Nos hospedamos no Hotel Toyo Inn (Av. Mario Pedro Vercelino, 238 – Chácara Labronci, Boituva), que fica super pertinho da oficina. Hotel é super bem localizado, fica em uma avenida perto de mercado, restaurantes e farmácias. Porque eu sei de farmácias? Eu peguei insolação na estrada e fiquei mega inchada, mas isso não parou a nossa noite. Fomos em um restaurante mega perto do hotel chamado Sushi Ya (Av. Mario Pedro Vercelino, 173 – Centro, Boituva) que tem o melhor rodizio de comida japonesa do mundo e as melhores atendentes, sério, nós prometemos a nós mesmo que se um dia fomos para Bauru iriamos passar em Boituva só para comer lá de novo.

Eu não gravei essa noite para vocês no vídeo, pois para piorar minha insolação eu comi algo que tinha camarão no rodizio e tive reação alérgica. Meu namorado correu para comprar antialérgico para mim e depois eu capotei, acordei só no outro dia. É o dia não foi tão fácil assim.

O Ville realmente salvou a nossa viagem, umas 18hrs o nosso Celtinha estava pronto <3. Corremos para oficina e assim que eu ouvi o motor do carro funcionando meus olhos encheram de lagrimas e continuamos a viagem mega felizes.

Vocês acharam que a aventura acabou por ai? HAHA, somos um casal de sorte esqueceu? Após 20 min de estrada o carro super aquece e paramos na primeira parada que vimos e eu sinceramente já estava desacreditada que iria chegar em Bauru.

Chamamos o Ville para nos socorrer e ele veio correndo. Conhecemos um mecânico da própria parada, o “Zé” (que esta no cantinho da segunda foto). Com dois mecânicos cuidando do carro, resolveram tirar a válvula termostática do carro (para quem não conhece muito de carro, essa válvula funciona para esfriar o carro, quando o carro aquece ela abre e deixa água entrar para esfriar o motor, só que infelizmente ela não estava abrindo o suficiente) assim que retiramos e testamos o carro um pouco na estrada o carro enfim parou de aquecer. O que dizer do e do Ville? Dois anjos que caíram do céu e salvaram a nossa viagem. Só tenho agradecer de todo coração. Enfim conseguimos seguir viagem e chegamos em Bauru.

O dia nasceu e fomos cedinho tentar aproveitar os dois dias que faltava em Bauru. Pois é, de quatro dias, viraram apenas dois. Passamos a manhã com a minha mãe e com o meu irmãozinho no Zoológico. O Zoológico (Rodovia Com. João Barros, km 232, s/n – Vargem Limpa, Bauru) de Bauru é super organizado e bem limpo. O valor de entrada foi de R$4,00 e também conhecemos o Jardim Botânico que fica pertinho dali (entrada gratuita).

Depois do nosso passeio matinal eu acabei não gravando, pois passamos o resto do dia na casa dos meus familiares e não tinha muito que gravar, apenas curti com eles, apenas gravei no final da noite nós virando a madruga fazendo os enfeites do aniversário do meu irmãozinho que seria no outro dia.

O nosso domingo foi outro dia corrido. Acordamos cedo e terminamos a decoração da casa.  A festa foi super linda e cheia de coisas gostosas para comer. Vieram alguns amigos do meu irmãozinho e a minha família. Não podemos deixar de falar do boneco do Steve do Minecraft que o meu namorado fez de papelão para aniversário do meu irmão que roubou a cena, ficou super lindo.

A festa acabou cedo e por este motivo aproveitamos que era o último dia que o meu namorado ia ficar na cidade e fomos conhecer mais alguns lugares em Bauru (Me perdoem, eu esqueci de levar a câmera para gravar), como a Praça da Paz que tem o melhor churros da cidade (infelizmente não comemos, pois estávamos cheio de tanto comer na festa). Estava muito frio na praça e a minha mãe lembrou que tinha uma cafeteria super gostosa e fomos lá conhecer, afinal somos viciados em CAFÉ!

A cafeteria se chamada Hoss que fica no endereço:  Av. Getúlio Vargas, 4 e o que dizer deste lugar? Apenas AMOR! Gente que lugar incrível, que café, que pão de queijo, que atendentes INCRÍVEIS. Eu não sei como explicar o tanto que aprendi sobre café por lá. Eles tem várias técnicas de fazer café e vários tipos de grão e é super barato e delicioso.  Super, mega, INDICO! Infelizmente a Hoss só existe em Bauru 🙁 terei que voltamos mais vezes lá.

Quando eu pensei que a nossa noite tinha terminado, minha mãe disse que lá perto tinha a arvore mais antiga da cidade e que era muito lindo e lá fomos. A Praça da Árvore fica na Av. Getúlio Vargas e mesmo a noite o lugar é lindo. A árvore é imensa e cheia de uma energia que eu sei explicar. O lugar era perfeito. Até se tornar mais perfeito ainda: Vi meu namorado tirando uma caixinha do bolso e me pedindo em namoro naquela praça mesmo.

No outro dia bem cedinho ele foi embora voltando para Santo André eu fiquei para aproveitar mais um pouco da minha família.

VÍDEO

Eu sempre gostei de planejar tudo e me incomodo muito quando as coisas não saem como eu gostaria que fosse, mas essa viagem me ensinou tanto, eu nunca aprendi tanto quanto eu aprendi nesses quatro dias. Podemos tentar controlar a vida, mas quem tem controle de tudo é Deus.

Só tenho agradecer a cada Anjo que me apareceu nessa viagem. Cada alma que Deus colocou no nosso caminho que nos ensinaram tanto e mesmo com todas as dificuldades, todo medo que eu senti das coisas não darem certo eu posso dizer de todo meu coração que eu faria tudo isso de novo. E não posso deixar de agradecer a você, Milton, meu namorado, que em todos os momentos desta viagem que você me acalmou, que segurou minha mão e disse que tudo ia dar certo e por ser esse namorado incrível em todos os momentos, obrigada por ter vivido essa aventura comigo, a primeira de muitas.

E ai, o que acharam da nossa aventura? Era para ser uma simples viagem e se tornou essa história incrível. Espero que vocês tenham gostado, pois queríamos dividir tudo isso com vocês.

Vocês devem estar se perguntando, Agnes e o vídeo? Amanha eu irei liberar ele <3

Deixem nos comentários o que vocês acharam da nossa aventura,

Beijo da libriana

 

Agnes Rieger

 

One Reply to “VÍDEO: A VIAGEM QUE DEU ERRADA!”

  1. Hahahah já passei por coisas bem parecidas heheheh Na Fernão Dias a 600 km de casa e 400 do lugar de destino… Aguenta coração nessas hora né? Graças a Deus deu tudo certo! Tenho constantemente vivido muito dessas lições… Sobre viver um dia após o outro. Planejar não é ruim, e se torna base para muitas realizações, mas criar tantas expectativas é invalido quando tudo que foi planejado não funciona. Sendo assim, de forma evoluída nos cabe ainda, mesmo diante das dificuldades tirar aprendizados e viver a cada segundo daquilo estamos sendo proporcionados ou talvez até obrigados a viver kkk Mas viver é bom! Então bora viver sem moderação!! S2

Deixe uma resposta